[COMPOSIÇÃO]I Won't Stop!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[COMPOSIÇÃO]I Won't Stop!

Mensagem por Park Jessica em Dom 12 Ago 2018 - 4:11

I Won't Stop!
Park Jessica | Dormitório Sonne | Fechada
avatar
Park JessicaGrupos Mistos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [COMPOSIÇÃO]I Won't Stop!

Mensagem por Park Jessica em Dom 12 Ago 2018 - 4:15

I Won't Stop!
Because, this is the only thing I know how to do!


Tanto tempo longe dos palcos, bom faz parte nos afastarmos um pouco enquanto trabalhamos em um comeback. Bom, pelo menos era isso que eu desejava, que fosse apenas por isso que eu estivesse parada, mas o anuncio da saída do Villi do SONNE me pegou completamente de surpresa. Vinha trabalhando duro, tanto nos treinos vocais e de dança, até mesmo já tinha pedido a ajuda do Chungho-oppa na composição de uma música para o nosso grupo e aquilo veio como uma rasteira para mim.

Por outro lado não pareceu que os meus sumbaenins estivessem surpresos com o anuncio, talvez eles soubessem de algo que eu não, mas preferi esperar eles me contarem, se quisessem, como a Woona e o Chungho sumbaes fizeram no festival de natal. Chegava da Day Dream, digo... Ryeon Ent. Ainda tinha que me acostumar com o nome para não cometer a gafe de falar errado em algum lugar. Na verdade eu preferia o nome antigo, mas a minha opinião e nada eram a mesma coisa nessa situação.

Cansada, fui tomar o meu banho e deixar que a agua levasse toda a exaustão, e suor de brinde, para o ralo. Estava preocupada, assim como garanto que todos os meus colegas de empresa deveriam estar sobre o assunto das mudanças da empresa, todos temiam que terminássemos da mesma maneira trágicas dos idols e traines da CB, que tiveram que escolher, migrar para a KS ou tentar a sorte em empresas menores ou indies. Não me sentia pronta, ainda, para um passo como este.

Vestia roupas confortáveis e deitava na minha cama no dormitório e lia as notícias enquanto os sumbaes não chegavam, não era o meu dia de cozinhar, então eu podia esticar um pouco as pernas. Lia a notícia onde a repórter Kim Hana, rebatia a nota lançada pelo CEO-nim, sobre a entrevista do Frey-sumbaenim. Que deixava claro que ele também estava em dúvidas sobre vários problemas a respeito da situação do grupo e da nossa empresa. Tive que conter os meus dedos para não responder algo bem maldoso para a repórter por dizer que estávamos sendo manipulados, mas me contive, sabia que era o que ela mais desejava era uma confusão desse calibre.

Tínhamos que demonstrar a todos, que estávamos bem, que aquilo não era um fim, com a saída do Villi-sumbae, mas sim um novo começo para o grupo. Fui obrigada a ir a cozinha e conferir se não sobrara nada na geladeira, e lá estava o resto de um yakisoba. - Me desculpe, seja lá quem for o dono, eu pago depois... – Enquanto o meu lanche aquecia no microondas, e começava a cantarolar um exercício vocal, que a professora me passara nesta semana.

Nananana Nananana

Ela me pediu que eu fizesse isso, alternando as notas para que melhorasse aos poucos o meu alcance vocal, mas depois, aquelas pequenas palavras, sem sentido algum, apenas uteis ao meu treina, ligaram uma chave. Esta chave eu conhecia bem, minha cabeça estava começando a compor algo. Rapidamente voltei ao meu quarto, quase me esquecendo do meu lanche requentado, e comecei a anotar o meu cantarolar na folha de papel.

nanananana nanananana
nanananana nanananana
ije modeun geol dashi shijakhae
naegen ajikdo shigani isseo

Logo surgiam as primeiras linhas, deixava que os meus sentimentos guiassem a minha escrita, como sempre fazia, e logo já estava falando de como podíamos estar tristes e frustrados com as mudanças, mas que aquilo não era um fim do nosso grupo ou da nossa empresa, mas sim um novo começo.

ttaeron sangcheoga jwajeollo nama
dorigil su eomneun huhoedo hago

geojise garyeojin yaegideul
heongkeureojin geu nugureul tashal sun eopseo

Essas linhas demonstravam para o meu interior, o quanto fora bom não deixar o interior me dominar e sair teclando qualquer porcaria no celular, demonstraria os nossos reais sentimentos através da nossa música, e por isso que não deixaríamos nos abater por mentiras dos outros.

ije modeun geol dashi shijakhae
naegen ajikdo shigani isseo
nanananana nanananana ije modeun geol dashi shijakhae
nanananana nanananana naegen ajikdo shigani isseo
nanananana nanananana naneun yeogiseo meomchul sun eopseo

Começava a formar um refrão, repetindo algumas das afirmações que eu já tinha dito no primeiro verso. Mas, logo em seguida, faço uma pausa, estava ficando sem ideias para continuar e aos poucos a minha fome falava mais alto e me impedia de pensar com calma.

Comia o meu yakisoba, enquanto revisava a minha última composição solo, a qual eu vinha trabalhando com o produtor para encontrarmos uma batida, mas ainda estava complicado, a música se chama HEY! Mas ainda não sabia se iria lançá-la, queria homenagear a minha ídolo RED-sumbae, mas não sabia quando a empresa me daria um álbum solo novamente, depois de toda essa reformulação. Mesmo assim treinava as minhas rimas e enquanto relembrava os meus sonhos de trainee, fazendo sucesso na Coréia e em grandes capitais do mundo, como Toquio, Nova Iorque e por que não, um showzinho em LA, para matar as saudades da minha terra?

Já alimentava, voltava para o meu caderninho e a nova composição e treinar as minhas habilidades em rap, me fazia lembrar que eu ainda não tinha colocado nenhuma linha de rap nessa nova música.

ijeneun maeseukgeoryeo
sohwaga an doeneun gashikjeogin gashibgeori
donggyeonge daehan nae heuryeojin gashigeori
igose machwidwae mudyeo dochwidwaegadeon
nae moseubi geopi na beoryeoseo
malbodan haengdongeuro uneul tte
shingiweoneul hyanghaeseo i jeongjeogeul kkae
saeroi taeeoname duryeoumeul deoreul ttae
geuttae biroso gashijeogin
byeonhwal ganeungke hae

Por algum motivo, as linhas de rap sempre saiam mais tranquilamente para mim, mas demonstrava novamente, como eu me sentia em toda aquela situação, confusa, se ainda poderia visitar Toquio juntos aos meus membros, ou se nunca poderia fazê-lo. Sobre toda aquela situação me deixava nervosa, me dava enjoos e que estava difícil de lidar, mas que seguiria, como um novo começo SEMPRE.

Só que eu quase me esqueci que não podia apenas compor uma estrofe de rap, tinha que pensar no Baldr-sumbae, assim como eles sempre pensavam em mim.

Can’t nobody tell me nothing
nae apgireul bujeonghan ipdeul
nan heosongseweol bonaen jeok eopsgie
miraeneun yeojeoni areumdaun picture
I don’t give damn bout
what you gotta say
dashi dangdanghage chulbalseone
pom jabgo get ready set go
budichyeobwado modeun jangaereul igyeonae

Eu não conhecia ainda muito bem o estilo do sumbae, mas qualquer coisa ele poderia mudar como bem quisesse as suas linhas, assim como todos os membros poderiam, falando bem a verdade. Mas coloquei algumas linhas em inglês para ele, pois ouvi a Woona-nee reclamando que ele precisava melhorar a sua pronuncia no inglês, em meio aos nossos treinos e ela me cobrava que ensinasse algumas dicas para ele, pois bem Unnie, ai estava a minha contribuição.

geojise garyeojin yaegideul
heongkeureojin geu nugureul tashal sun eopseo

ije modeun geol dashi shijakhae
ireoke yeogiseo kkeunnael sun eopseo
naegen ajikdo shigani isseo
jigeum ireoke jigeum

Repetia novamente algumas estrofes que já tinha escrito no começo da canção, para dar maior ênfase dos sentimentos fortes que mexiam com o meu coração sobre toda aquela confusão. Mas, também, aos poucos começava a construir o arranjo da música na minha cabeça e já podia ouvir a canção subindo e chegando ao clímax da batida, para o refrão final.

ije modeun geol dashi shijakhae
naegen ajikdo shigani isseo
nanananana nanananana ije modeun geol dashi shijakhae
nanananana nanananana naegen ajikdo shigani isseo
nanananana nanananana naneun yeogiseo meomchul sun eopseo

naneun yeogiseo meomchul sun eopseo
naneun yeogiseo meomchul sun eopseo
naneun yeogiseo meomchul sun eopseo

O refrão final deixava bem claro, que nós, SONNE e Ryeon não iriamos desistir dos nossos sonhos e convicções tão facilmente. Nos tornaríamos mais fortes e passaríamos por cima desta crise. Por algum motivo, compor esta canção tinha me deixado mais relaxada, seja por que eu amo compor, cantar e dançar, ou simplesmente porque deixei tudo o que vinha me afetando nessas folhas do meu pequeno caderno, agora era só mostrar para os sumbaes e ver o que eles achavam.

Ouço o som da porta batendo, seguidos pelo de suas vozes, como uma criança com brinquedo novo, salto da cama e vou correndo em suas direções lhes dar o “boas vindas” bem energética, como toda maknae deve fazer e lhes contar sobre a música e ouvir suas opiniões.


KARD - I Won't Stop

E N C E R R A D O
avatar
Park JessicaGrupos Mistos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [COMPOSIÇÃO]I Won't Stop!

Mensagem por Staff em Dom 12 Ago 2018 - 17:43

jessy
Gostei bastante do texto. Soube mostrar a conexão da história da personagem para com o grupo, a empresa, os últimos acontecimentos e a própria composição. Muito interessante que Jessy se importou com a situação do grupo, sempre pensando na opinião de cada membro, assim como no significado que queria que a canção passasse. A letra da música casa muito bem com os sentimentos, foi uma ótima escolha. Encontrei alguns erros gramaticais, como por exemplo a troca dos tempos verbais (algumas vezes você usou presente ao invés de pretérito) e repetição de palavras, mas nada muito grave. Parabéns!

+160 pontos de popularidade.
+09 de composição.
+07 de rap.
+04 de vocal.


O registro da composição já pode ser solicitado no devido tópico.
StaffAdministradores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [COMPOSIÇÃO]I Won't Stop!

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum