[RP DE COMPOSIÇÃO] Fight Day

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP DE COMPOSIÇÃO] Fight Day

Mensagem por Baek In Ha em Dom 25 Mar 2018 - 18:24

We fight and scream, break up and leave
Baek In Ha | Composição | Fight Day


Lenneth...
Sometimes quiet is violent, I find it hard to hide it. My pride is no longer inside, It's on my sleeve

「R」
avatar
Baek In HaRyeon Entertainment

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP DE COMPOSIÇÃO] Fight Day

Mensagem por Baek In Ha em Dom 25 Mar 2018 - 20:48




FightDay

By: Lenneth



Debruçada sobre as teclas frias do piano, ergo a cabeça lentamente enquanto tento organizar meus pensamentos. Poderia compor uma música animada e ir de acordo com meu estado de espírito falso, ou poderia compor algo que nunca havia feito antes. Algo relacionado a término de relacionamentos ou brigas, já que geralmente, procuro escrever sobre coisas do meu cotidiano e felizmente sou uma pessoa passiva e solitária.

Ando até a janela, cujo vidro estava coberto por uma fina camada de neve, desenho um sorriso e algumas flores. O dia estava cinza, frio e com ar de tristeza, um dia perfeito para escrever um som bem melódico e de fácil absorção, uma pena eu não pensar como a maioria dos compositores que conheço. Pego o violão e me preparo, a criatividade crescendo em mim em tamanho assustador, ligo a câmera e começo a deixar a imaginação fluir. Definitivamente algo bom sairia dali, mesmo que para isso eu tivesse de dormir no estúdio.

Fecho os olhos e aqueço a voz, sinto as teias de aranha abandonarem minhas cordas vocais com o feito, permito que minha mente viaje até os doramas mais tristes que já havia assistido e tento me concentrar nos términos, os protagonistas costumavam sofrer muito e cair em uma “depressão pós término”, mas minha música não precisa seguir esse padrão.

-Haesbicci jjaengjjaenghan malkeun nal tto ssawo(Em um dia ensolarado, nós brigamos de novo)- começo a rir enquanto dedilho cordas aleatórias no violão, divertindo-me com o quão contraditória aquela frase havia sido.

-Ijen deoneun chamji moshae jigyeowo gyeolguk ne soneul ppurichyeo doraseon na (Agora não consigo resistir, isso é tão chato. Eu só tiro sua mão e me viro)- sigo com a composição, digo todas as frases que surgem em minha mente enquanto meus dedos tocam acordes fáceis no vilão, queria que a melodia ficasse gravada na mente de quem ouvisse a música, mas para isso a interpretação do cantor seria essencial também.

Começo a andar de um lado ao outro da sala, cantando diversas frases sem conexão alguma, mas que encaixassem no ritmo já definido pelo som do violão. Depois de meia hora, decido trocar de instrumento e vou até o piano, pauso a gravação e a visualizo na tentativa de encaixar o suave som do instrumento no que há havia criado.

-Okay, vamos deixar o foco no violão, okay?-digo como se houvesse mais alguém na sala.
Falar sozinha era um dos motivos pelo qual eu trabalhava sozinha, mas não, eu não sou louca, apenas componho dessa maneira. É como se todos os meus lados criativos estivessem na sala trabalhando separadamente na criação de uma única canção.

A experiência com o piano fora bem interessante, toques sutis e delicados seriam adicionados no fim de tudo. Repeti com a experiência com a guitarra e a bateria, mas sempre acabava voltando para o violão.

“(ijen neorangeun) jinjja kkeutiya
neodo dareun namjadeurirang ttokgata
mosdoen malman golla nege jeonsonghae
sasireun na jigeum neone jip apiya”

((De agora em diante) é um fim verdadeiro
Você não é diferente dos outros garotos
Escolho palavras ruins e envio-as para você
Na realidade, agora eu estou na frente da sua casa)

A inspiração por trás dessa música extremamente contraditória era um mistério, eu já não pensava mais nos doramas ou em livros românticos, estava concentrada em tentar imaginar o que eu faria numa situação dessas e estavam bem nítida as minhas “supostas” ações: Eu não saberia o que fazer.

“(2hours later)
neon jeonhwareul batji anha
(3hours later)
nareul butjaba jwosseumyeon hae
(gyeolguk 5minutes later)
nunmul ttukttuk heullimyeo nege jeonhwareul georeo”

((2 Horas depois)
Você não respondeu minhas chamadas
(3 Horas posteriores)
Não quero que você me deixe ir
(5 Minutos mais tarde)
Lágrimas caem em meu rosto e eu ligo de nova para você”

Por que os relacionamentos terminam? Se tudo acaba em lágrimas, por que começar? E qual o motivo para eu estar em um debate pessoal com minha própria composição? Nada fazia sentido.
O timer da câmera já registra 5h de criação e no momento eu estou sentada no chão, as costas escoradas na parede, violão no colo e olhos no teto.

-Se tudo é bom antes de assumir, porque as pessoas assumem? Não faz sentido assumir algo que já está acontecendo.

“We fight and scream, break up and leave”

-É isso. “Nós brigamos e gritamos, terminamos e nos deixamos” no fim das contas. Parece tão complicado e isso explica o real motivo para eu ainda estar sentada aqui ao invés de estar em casa abraçada a alguém enquanto assisto alguma série.

O pensamento me acerta em cheio e me leva ao riso assim que termino meu raciocínio. Minha mente era realmente uma caixinha de surpresa ou uma grande “metralhadora de merda” como diria In Ho. Respiro fundo e me levanto.

“jajonsim beorigo bereul nulleo but finally
nunchi eopsi beolsseo danjame ppajyeodeun neo
neowa gati majchwossdeon mokgeoril tteudeo
jamdeun ne eolgure deonjyeo”

(Eu aperto a campainha sem orgulho, mas finalmente
Você já estava em um profundo sono
Eu tiro a gargantilha que você me deu
E a jogo em sua cara)

O fim da música se aproximava e, mesmo parecendo confusa, cada frase estava se encaixando perfeitamente sem perder o ar de “confusão” da protagonista.

Revejo todas as gravações e anoto os acordes utilizados em um caderno, faço o mesmo com as sequências no piano e na guitarra. Focando 100% na conclusão da música mais confusa e sincera que já havia feito, sincronizo tudo em meus blocos de escrita e partituras e assim que tudo estava definido e com a parte instrumental regravada, volto a aquecer a voz e dou um play.

Minha voz ecoa pela sala, forte e afinada com um toque de sarcasmo. Meu objetivo final era fazer com que o idol que escolhesse grava-la, se sentisse confortável com cada palavra que eu estava dizendo, mas sem deixar de dar a sua versão da música com o tom escolhido para a gravação, em geral, a música era uma grande dúvida entre “Devemos terminar, mas te quero de volta”.


-Bem, eu decidi nomear essa música de Fight Day, espero que goste e que dê o seu melhor quando for grava-la! Aqui quem fala é a Lenneth e obrigada pela preferência!


E com essa frase encerro minhas 12horas de trabalho.  




Lenneth...
Sometimes quiet is violent, I find it hard to hide it. My pride is no longer inside, It's on my sleeve

「R」
avatar
Baek In HaRyeon Entertainment

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP DE COMPOSIÇÃO] Fight Day

Mensagem por Sasaeng em Dom 25 Mar 2018 - 21:31

Lenneth
Gostei muito da forma em que usou para abordar sua composição, sua inspiração é bem inovadora, no lugar de pensar em alguém, pensou em um sentimento próprio, o que deixou o texto divertido e muito agradável de ler, mostrando que Lenneth é uma louca porém brilhante.

Mas nem tudo são rosas, pontos foram descontados pela falta de técnica dos instrumentos, poderia ter explorado amplamente esta parte, se ela sabe mostre, explore, como se estivesse cozinhando, pois compor é quase uma receita porém com acordes e palavras.

Parabéns e com os conselhos espero que evolua ainda mais.

+ 150 pontos de popularidade. =175-25
+10 em composição. nenhum ponto em instrumental devido a falta de detalhes.

Parabéns pela produção e FIGHTING!
avatar
SasaengAdministradores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP DE COMPOSIÇÃO] Fight Day

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum