SEOUL

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

SEOUL

Mensagem por Boss em Sab 16 Dez 2017 - 13:38

Yellow Lights

Presidência atual : Seo Jang Hyuk, Il Se Chang.

O ROMBO NA JUSTIÇA SUL-COREANA

Com a chegada de 2018, o apoio governamental por parte da presidência sul-coreana foi reconhecida como fim vindouro de muitos lucros sendo responsáveis por exportar conteúdos audiovisuais somando mais de 1 bilhão de dólares de ganhos e conquistas por parte desta nação. A atual procuradoria no entanto, se tornou algo confuso aos olhos da população quando cresce o rumor de uma suposta corrupção implantada no sistema jurídico. O que as empresas de entretenimento artístico têm com isso? Você pouco espera o que está enterrado no fundo dessa história. 

Em Janeiro deste ano, foi marcado encontros discretos com cada chefe empresarial dando convites que qualquer um desejaria; Credibilidade. O presidente e seu Vice têm conversado de longe com estes CEO’s propondo que o investimento anual na divulgação de suas empresas seja ainda maior para estancar as notícias ruins que estampam os noticiários e encobrir essa marca investigativa que ronda o governo. O problema estão nas palavras usadas pelos dois candidatos, que esconderam tudo isso e esse propósito do conhecimento das grandes empresas. Estes três CEO’s devocionados as marcas; Cherry Blossom Entertainment, Day Dream Entertainment e Kan Seul Entertainment não esperavam serem armas de um esquema sujo.

No início de Fevereiro todos os sites nacionais e  subsidiárias, divulgaram a abertura de inscrições para novas audições alimentando o desejo de jovens e futuros desempregados - muitos demitidos pelo próprio setor público alegando falta de verba para investir na alta gama de operários - a recorrerem por novos caminhos. As aprovações não demoraram, grupos foram montados e outros aguardam ansiosamente para serem divulgados para a sociedade como artistas de alta classe. 

Nesse meio tempo, o presidente não esperava proporcionar uma luta de empresas aumentando o consumo da mídia em receber informações e ganharem grande pressão nessas três super-empresas. As promoções ocorrem quase que mensalmente enquanto muitos do corpo televisivo troca a fita do distúrbio nas leis vigentes do país, para a música. A nação inteira a partir daí, é conhecida pela cultura e alta tecnologia em produzir pessoas talentosas. As embaixadas sul-coreanas e os consulados também auxiliavam no crescimento, criando ao decorrer do ano - e pretensão de aumentar no ano de 2018 - eventos e meios eficazes de aproximar o público dos novos talentos.

As agências tiveram suas agendas estrondosamente lotadas.

O CASO DE RESISTÊNCIA E MISTÉRIO POR PARTE DA CHERRY BLOSSOM ENTERTAINMENT



Liderado por uma mulher, as alegações que o corpo presidencial tenha a pressionado compactuar com o plano jamais foram divulgados. A atual CEO, responsável pela promoção do principal grupo CINNAMON, tem arcado com um peso pessoal gigantesco este quando se vê alvo de muitos olhares e críticas referir-se como uma mulher  fortemente capaz de entrar na disputa. Seu acúmulo emocional sobre essa proposta vinda pelo governo a fez tornar-se praticamente invisível contra os holofotes e desconhecida pelos próprios contratados. É uma mulher de pulso firme que não é vista pelos corredores da empresa sendo apelidada pelos próprios funcionários como a Fantasma. Ousaram uma vez levantar o comentário de que até mesmo vivendo sozinha, lida com diversos demônios pessoais. 

A tentativa da busca do histórico sempre foi algo nulo. Ninguém sequer sabe se a mesma é natural de Seoul e de supostamente da Coreia do Sul. Não existem pessoas próximas ou confiáveis para alegarem a existência de um telefone de contato ou meio de ouvir a voz dela. Cherry Blossom corre até mesmo o risco de influenciar a desconfiança entre os próprios trabalhadores.

Ninguém sabe sobre a rotina desta mulher.

CORPO E ATUAÇÃO DE UMA DAY DREAM ENTERTAINMENT REJUVENESCIDA



Há exatos 12 meses atrás, o antigo CEO da Day Dream faleceu deixando o controle do bens ganhos e o prestígio nas mãos do único filho Do Seok Hyun. Na primeira oportunidade, um policial comprado pela monitoria entrou em contato com o mais recente empresário do momento conversando sobre a chance irrecusável de um aumento na sua divulgação. O mesmo não protestou tão rápido, pois estava ainda ressentido em mexer de forma tão burocrática contra a história da figura paterna, adentrando no lance quando observa nas redes sociais e pelos acontecimentos, o aumento das notícias sobre o grupo misto SONNE financiado a anos, correrem pelos sites. Eles não possuíam tanta visão antes desta investida tão forte vinda pelo presidente onde Seokhyun, acabou assistindo suas mãos serem atadas com um nó invisível.

Não longe de terminar, Day Dream está sendo vista como uma empresa moderna com bons produtores e uma faceta logicamente correspondente ao rosto jovem de quem agora governa. Essa onda de elogios apenas atenta o CEO a ficar de olho sob qualquer peça movida contra seu tabuleiro de maneira a julgá-lo como um possível renovador na música atual coreana. O homem como se espera, não está sonhando acordado.

A VINTAGE IMAGEM DE UMA KAN SEUL ENTERTAINMENT



Poucas empresas passam por um plot twist e ainda continuam persistentes na luta para crescerem. Para o CEO La Kan Seul, isso se tornou uma meta tão complicada que não somente sua estrutura como ser humano, mas seu núcleo familiar e matrimonial foram severamente danificados deixando o homem ser um dos empresários mais mau comentado dentro da sociedade. Viciado no trabalho e na tentativa de não cair diante da juventude e da virtude irreconhecível das outras duas empresas, a proposta vinda pelo governo a princípio foi rejeitada fazendo o Vice-presidente adotar outras manobras para enganar o lobo. 

Quando numa manhã chegou um documento intitulado pela economia da empresa e dos usos feitos para promoverem os trainees recém-contratados, o dono tomou um baque que o fez repensar na ideia; O poderio nacional utilizou os recursos ilegais ainda investigados pela promotoria aumentando todos os gastos e uma ameaça de divulgar um registro que falsificava as informações pessoais do fundador e sua atuação dentro do lugar. Aquilo forçou a KS, apertar o botão verde e assistir um efeito inverso - o presidente quis castigá-lo -, lançando uma imagem negativa do grupo feminino até então mais famoso com seu nome, DAWN criando uma atmosfera pesada na empresa mudando totalmente a dinâmica de trabalho e hiperatividade. No comeback lançado, a mídia trouxe um novo impacto como marionetes transmitindo o agrado de Janghyuk.

O QUADRO CAMUFLADO DOS UNDERGROUNDS



Se antigamente os INDIEs não possuíam muita notoriedade e reconhecimento por show’s, eventos e promoções baratas com o agora bombardeio do reconhecimento das empresas contratadas tornou-se ainda mais difícil para mostrarem seus trabalhos sendo apenas reconhecidos pelos mais novos como; universitários, estudantes e homens e mulheres casados que não largaram a paixão musical. Essas duas gerações se chocam ambientando um cenário sobrevivente e bem cultuado pela energia frenética das ruas proporcionados pelo rap e a vivacidade tranquila traga pelo vocal indie. Foi a única parte pertencente a também população, que não foi controlada por Janghyuk que tenta reprimi-los a todo custo a não aparecerem para o mundo. Este tipo de comportamento, já traz os primeiros idealizadores e que abriram suas empresas independentes com tudo que tinham; sonhos e criatividade.

A residência de produção musical é encontrada na CABIN STUDIO localizada em Gangnam promovida por um casal que está há anos na história da música indie-coreana. Ela que é uma das coreógrafas campeãs no cenário do hip hop, Jeon So Dam casada com um compositor e produtor do antigo cenário do rap Moon Cheol Hyun montaram o estúdio com o intuito de abrigar e servir de escola para os novos talentos da geração; rapper e vocalistas potentes. Eles ensinam táticas eficazes para até o mais desafinado arrasar nos palcos.

LUCITE STAMP situada em Hongdae, é uma empresa que é sediada pelo antigo teatro vítima de um incêndio no ano de 1958 e comprado atualmente por Kim Yoo Kyung, uma ex-roteirista que auxilia o crescimento e propagação dos filmes independentes pelo restante da coreia. Sua empresa destaca apenas a revelação de atores e modelos. Por fim não menos especial, existe em Samseong-dong a ZERO GRAVITY que é uma empresa montada por cinco CEO’s. Exatamente, cinco jovens que são divididos apenas em áreas técnicas como; Instrumentais, produção, arranjos, composições e ideias inovadoras para repaginar o visual INDIE. Eles trabalham em parceria com todos as outras mini-empresas criando um clima defensivo e acolhedor contra a força política tão forte na chegada dessa década.
avatar
BossAdministradores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum