Irmãos
0 de 5
Créditos
» Skin obtenido de Captain Knows Best creado por Neeve, gracias a los aportes y tutoriales de Hardrock, Glintz y Asistencia Foroactivo.
» Todo o conteúdo publicado pertence exclusivamente à administração do Yellow Lights RPG.
Parceiros
2 de 55
Afiliados del Foro
Afiliados hermanos 0/5
Directorios y Recursos
Afiliados Elite 0/44

Grupo 3 _ Rough

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Grupo 3 _ Rough

Mensagem por Talent Hunter em Ter 8 Ago 2017 - 10:07

Next.G

Primeiro Episódio

Tópico designado ao treino do grupo 3, que será julgado por um ou mais dos jurados do programa como auxílio. Esta não é a apresentação final. Apenas um post por pessoa é necessário.

O treino está liberado até dia 17/09/2017.

Distribuição




Sangwoo          Saerom              Zac               Chanmi     Seungho          


dagaseoji motago hemaeigo isseo
johahajiman dareun goseul bogo isseo

gakkawo jiryeogo hamyeon halsurok
meoreojyeo ganeun uri durui maeumcheoreom


mannaji motae maemdolgo isseo
urin machi pyeonghaengseoncheoreom

maldo andwae urin bandeusi mannal geoya
gidarilge eonjekkajina

micheo malhaji motaesseo daman neoreul johahaesseo
eorin narui kkumcheoreom machi gijeokcheoreom

siganeul dallyeoseo eoreuni doel suman issdamyeon
[Zac/Chanmi]eochin sesang sogeseo soneul jabajulge

dagaseoryeo haebwado eogalligo isseo
johahandan maldo ajik motago isseo
meomugeorineun neol bogo isseumyeon
urin ajikdo manhi eorigin hanga bwa



jophyeojiji anha han kkeut chai
urin machi pyeonghaengseoncheoreom

eonjenganeun modahan mareul jeonhal geoya
dagagalge eonjekkajina

micheo malhaji moshaesseo daman neoreul johahaesseo
eorin narui kkumcheoreom machi gijeokcheoreom

siganeul dallyeoseo eoreuni doel suman issdamyeon
[Sang/Zac/Chanmi]geochin sesang sogeseo soneul jabajulge

sigan soge gathyeo gireul hemaeyeodo
geureohjiman urin gyeolguk mannal geoya
jinsimin geosman arajwo jeongmal
seotulgiman handaedo

micheo malhaji moshaesseo daman neoreul johahaesseo
eorin narui kkumcheoreom machi gijeokcheoreom

siganeul dallyeoseo eoreuni doel suman idamyeon
[Sang/Zac/Chanmi]geochin sesang sogeseo neoreul anajulge

igeo hanaman yaksokhae byeonchi anhgireul baralge
geuttaedo jigeumcheoreom nal hyanghae useojwo
sigani heulleoseo eoreuni doel suman idamyeon
[Sang/Zac/Chanmi]eogallim geu sogeseo soneul jabajulge

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Grupo 3 _ Rough

Mensagem por Lee Sang Woo em Qua 6 Set 2017 - 22:19

We are still too young

Não me agradava em nada o rank que havia óbito, mas não posso reclamar, minha atuação, carreira e canto que me colocaram ali, não minha dança de ahjushi, estava cercado de rostos novos, quando digo isto é pela juventude deles em comparação a minh idade, eles estavam longe de se preocupar com o que eu já me preucupava. E falando em idade, a rank A do grupo me escolheu no grupo dela, ao ver a coreografia que deveríamos fazer apenas pude rir mudo em desespero olho para o teto, pois estava nos meus ombros o peso da liderança, colocar o peso no mais velho pode ser sábio, mas esta não é meu tipo de música, bem, seria se eu dançasse razoavelmente e não terrivelmente, olho os papéis depois de nos apresentarmos, já dizendo pra não usarem honoríficos e nem me tratarem de forma diferenciada, pois havia atuado mais do que de fato cantado e finalmente estava retornando a um dos meus ofícios que mais gostava, pois pretendia para de ficar em só osts, palcos são mais interessantes assim como os dramas.

Escuto cada um, que posições queriam, me deparo com rappers numa música só vocal, respiro fundo, mantendo a calma, dizendo com os papéis em mãos.

-Farei a divisão, mas precisaremos que aqueles que conseguem dançar medianamente ou bem ajudem eu e outros membros que não dançem la essas coisas, o mesmo ocorrerá com aqueles que possuem vocal, vamos nos ajudar, estamos aqui para apresentar o stage que nos foi proposto, irei separar as partes, enquanto isto, os que conseguem dançar podem já adiantando e pensando como repassar a coreografia...

Estava sentado no chão, me sentindo novamente um treinee, mesmo tendo lançado uma música recentemente, eu apenas canto nela, não tem dança e nem nada, o que sei dançar é para minha atuação... Seungho tinha vocais bons, Dária um bom vocal principal, ele assim como eu era um dos homens que tinham vocal forte, minha voz era mais grave do que a dele, porém a juventude dele seria mais adequada e minha voz como apoio ajudaria os que têm dificuldade, Saerom seria a centro, rank A, nada mais justo, além do mais a música se encaixava mais com o ar jovial e minha extrema altura iria dificultar a coreografia, paciência. Entrego os papéis para cada um e reúno o grupo.

-Vamos começar a dar forma, vamos primeiro tentar polir a parte vocal, aqueles que tiverem mais dificuldade fiquem tranquilos, irei começar e vamos ver se conseguimos seguir ao menos ao primeiro refrão.

Ainda sentado, coço minha garganta e suavizo o maximo que posso da minha voz, incorporando a energia, tentando passar a mensagem desamor da música, que se encaixa em muitos modos na minha vida amorosa, passando minha presença e meu carisma.

-dagaseoji motago hemaeigo isseo
johahajiman dareun goseul bogo isseo


Já direciono meu olhar para Saerom, que como centro deveria pensar em como faria seu momento especial, killer scene, ouvindo a voz da jovem, dando um ok com a mão livre, o conceito de amor mais puro e que nos deveríamos passar a imagem que a música pedia seria passado, logo escuto a de Seungho, fazendo sinal para ele soltar mais a expressão facial, aí chega nos vocais problema, Zac e Chanmi, os faço repetir mas antes instruindo.

-Relaxem, pensem em alguém que gostem, cantar possuem esta semelhança com atuar, você transmite emoções, mesmo não sendo o forte de vocês dois, contém comigo, façam com confiança, pois se derem o melhor de vocês, serão reconhecidos.

Enquanto falava sentava no teclado e dedilhava a parte deles, o que os ajudaria a pegar mais rápido, já fui melhor no piano, mas é aquilo, tive de sacrificar meu ápice para alguém manter seu ápice de vida e não me arrependi e nunca irei.

Fico ali até perceber uma certa melhora e vou andando onde já praticavam a coreografia, pedindo ajuda de um voluntário, pois minhas tentativas de acompanhar a coreografia e me encaixar de alguma forma era meio difícil, visto que tinha quase um e noventa de altura, mas persisti, ouvindo os conselhos dos jovens mais experientes, retiro meu casaco ficando com a blusa, aquela dança estava aquecendo meu corpo, ao mesmo tempo que dançava igual o senhor de idade cantava na qualidade de que meu tempo de carreira fazia jus, mas era de fato difícil cantar e tentar melhorar uma habilidade, mas não desistiria até conseguir ver no rosto de cada um que conseguiríamos entregar um stage bom, não reclamaria se dramatizássemos um pouco ou usássemos instrumentos, o que me fez perguntar, enquanto sentava e tomava água.

-Alguém além de mim, toca algum instrumento ou possui habilidade de atuação? Pois na pior das hipóteses ao menos teríamos planos alternativos.

Solto um riso porém falava sério, apenas tentava amenizar e manter todos sobcontrole emocional. Ser hyung não era nada fácil. Retorno a dançar e tento dançar sem muito me agradar, mesmo repetindo, os passos saiam meio atrasados, o giro muito lento, os movimentos não tão flexíveis como os dos outros, ma semelhei que nada.

-eochin sesang sogeseo...
Canto a parte que eu, Zac e Chan cantamos juntos, tentando harmonizar e não deixar a falta de pratica vocal ficar latente. Percebo que logo avançamos para a parte seguinte, era a vez de Zac sozinho, logo após Chan e aí era a minha, mesmo que com a dança desajeitada não perdia o foco no meu vocal, tentando usar do meu carisma e da minha habilidade de atuação para não deixar a dança senil abalar minha confiança e imagem.

-meomugeorineun neol bogo isseumyeon
urin ajikdo manhi eorigin hanga bwa


O verso sai com ternura e o charme do namorado que você acaba de começar uma relação porém está inseguro, iria usar o que havia passado com Miri naquela performance, assim seria mais fácil, musicas de amor e atuar um papel jovem não são um desafio para mim, mas dançar e dançar em grupo, isto era, além de tentar ser o couch de um dos com problemas de elevar os vocais deles.
 
◦◦◦

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Grupo 3 _ Rough

Mensagem por Isaac Woo em Qui 7 Set 2017 - 2:25

\ don't
\ hide
O ar-condicionado acariciava lentamente os beiços permitindo que a voz se mantivesse compactada na garganta. Um pouco suado, o rapaz fazia o mesmo trajeto com a mão limpando o úmido que pouco tempo depois, retornava ao seu devido lugar. A respiração desregrava pelo nervoso. Em suas lembranças, não havia nenhum desejo para se tornar cantor. Para falar a verdade, esta ideia de sua mãe foi tudo para afastá-lo o quanto mais rápido fosse possível das pistas de corrida. Ela desejaria que nenhum carro retirasse a vida do filho como aconteceu com o esposo. Isaac compreendia veementemente com ela porém, não poderia negar em hipótese alguma, que era contra a decisão. 

Agora próximo de se apresentar, sentiu que o peso da responsabilidade recaiu em dobro nos seus ombros.

Passou a ponta do indicador mais uma vez pela fenda aberta pela boca retirando o último excesso de saliva mantendo-a totalmente árida e precária em seguida, repousou os dois dedos acima do pomo o pressionando demoradamente proferindo pequenas frases em tom baixo. O rosto estava voltado a parede, de costas para os outros quando escuta as vozes novamente se vincularem em sua mente. As pálpebras piscam e mais uma súplica aos deuses é proferida. Ele precisaria  conseguir passar pelo menos da primeira fase. Sua mãe, sua avó e demais familiares havia o confiado aquele nome. 

Sem mais delongas, todos já necessitavam se reunir para o prestigiado treino. Ele era tímido então, afastava a oportunidade de passar vergonha ao comentar algo com alguém e cometer um deslize. E quando citamos deslizes e Isaac, estes eram bem drásticos. 

Os pés um atrás do outro o deixavam de lado a uma fileira rente de olhares superficiais para frente. As emoções somente surgiam no ponto quando o instrumental ganhou volume. Na preliminar, o grupo reuniu as mãos movendo a musculatura do pescoço em voltas simples criando o desfecho com uma ondulação lenta projetada pelo abdômen somente concluída ao se virarem — ainda com as mãos atadas aos parceiros laterais — exibindo o peito para onde sugestivamente em sua imaginação, estaria a presença do público. Aquela notoriedade deixou o norte-americano bufar de uma única vez, libertando o oxigênio aprisionado nos pulmões dando início ao exercício geral; Sangwoo dá partida a letra, deixando o ritmo espalhar uma atmosfera que rapidamente o aliviou.

Um instante depois de executarem mais dois movimentos seletivos ao fundo dos presenciados, o cantor avista uma jovem de cabelos curtos dominar a vez. Suas pupilas se demoraram absorvendo os aspectos físicos da desconhecida com exímia admiração. O sorriso sibila em seus lábios no momento preciso de acompanhar a sincronia dos demais, de mãos apreensivamente cruzadas para trás do corpo — largadas acima das nádegas — onde assistia o encerramento da garota ligando-se ao trecho presidido por um garoto menor, de olhos extremamente pontiagudos, Seungho.

A fisionomia do moreno se mantém ereta ao voltar no posicionamento de aquecimento, trazendo ambas os palmos a frente do quadril repousadas cada uma sob si executando aberturas de uma perna ao lado correspondente e mãos próximas da extensão máxima da direção do rosto. Demarcando a batida após a conclusão de Chanmi, Zac abre a boca mantendo o olhar firme e concentrado na letra que flutuava na imaginação :

gidarilge eonjekkajina

Por não ser evidentemente muito experiente no vocal, deveria começar com frases curtas que persistem o seu paladar experimentar. Cada palavra, havia se dissolvido rápido porém, deixado-o esperançoso de que na próxima oportunidade, fosse conseguir concluir com êxito e eficiência. 

A coreografia deu prosseguimento agora com as partes ditadas por Seungho e Saerom dando andamento a passos mais rápidos, exigentes de medidas respiratórias mais ordenadas a qual Isaac sabia controlar. Pela dança envolver truques de pernas, este fez questão de manter o olhar preso ao pés e ao existente cuidando para não se esbarrar e muito menos, trazer malefícios aos demais. O braço é estendido até a extensão máxima, deixando o punho fechado enquanto gingava medianamente com o quadril dobrando a pouca pressão do joelho, para tomar impulso de dar uma passo para trás — ou salto de qualquer forma — unindo os dedos entrelaçados na altura do peito, novamente trazendo seu timbre rouco e ainda aprendiz, para próximo do duo composto por Chami :


eochin sesang sogeseo

Permitindo que a jovem garota desse conclusão a frase, Woo lubrifica os lábios a fim de agora, iniciar a nova composição do trecho. Suas cordas vocais aqueciam e as palavras detinham-se hesitantes na ponta da língua :

dagaseoryeo haebwado eogalligo isseo

Os pés se separam abrindo um intervalo médio entre as pernas alojando um dos punhos fechados a frente da testa, apresentando um perfil de lado demonstrando a silhueta magra até retomar o passo para trás repetindo o mesmo passo para o lado oposto, finalizando com um passe que sugestivamente, apelidou de caminhada; Flexionando parte dos braços em uma dobradura andando com os pés, sem porém, se mover do seu devido lugar. Os três outros cantores, ganhavam atribuições e aspectos expressivos conquanto Zac ainda estava retido a coordenação motora. O que lhe era francamente de menos, percebendo que agora, lhe restavam mais quatro linhas :

dagagalge eonjekkajina

Poupou o ar descendo o circuito do corpo com os palmos colados, separando um da trajetória formando uma espécie de corte horizontal contra o ar ligando o seu lado esquerdo, efetuando um giro no momento, com ambos os braços abertos em ângulos exatos e linearidades limpas que transmitissem tranquilidade em todo a dinâmica de cada gesto. Novamente aguardando a vocalista que o havia coagido mudamente, Zac pronúncia próximo de Chanmi e Sangwoo, as três palavras de apoio :

geochin sesang sogeseo
 

Após chanmi dar encerramento, Sang reabre o novo circuito da letra dando proveito ao estrangeiro, de puxar mais ar para suportar o rigor do tempo sem pausa da coreografia despejando as palavras a ponto de sentir a garganta encrespar de calor e pressão. Com certeza, deveria treinar isso sozinho mais tarde :

geureohjiman urin gyeolguk mannal geoya

Chanmi requeria duas palavras, momento do qual expunha mais lançadas físicas — braçais, faciais e braçais — tomando-se para dar complemento, coisa que ainda não havia concluído sozinho :

arajwo jeongmal

Abeirando a conclusão da música, o trainee aperfeiçoa o relaxamento abrupto, a desaceleração corriqueira dos passos, das medidas antes preocupantemente calculadas em mantê-las próximas do correto e transfere as mesmas expressões compartilhadas com os companheiros de grupo, atentando-se apenas as palavras diferenciadas a qual se referir :

geochin sesang sogeseo

Ao sentir o fulgor da pele novamente entrar em contraste com seu desconforto, amolece a flacidez de cada órgão programado exibindo os dentes retos e grandes, tendo a sensação frívola que os poucos cabelos repartidos na franja escura grudassem ao suor e ao plano liso da testa :

eogallim geu sogeseo

Neste término, tudo que faz apenas e entrecruzar o olhar aos dois últimos executores do cântico e pressionar os olhos fortemente quedando com as nádegas contra o assoalho lamentando ainda a fraqueza vocal e o posicionamento inferiorizado no rank. Supunha neste caminho, ser um dos primeiros eliminados, o que seria lamentável. 

Seria fraco por algo que jurava de pés juntos ser magnanimamente bom.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Grupo 3 _ Rough

Mensagem por Sung Cha Neul em Qui 7 Set 2017 - 19:18

rough
C
hanmi passou a primeira parte do treino só ouvindo e tentando melhorar o que suas habilidades não conseguiu cobrir, dando ênfase aos conselhos que Sangwoo dava para ela. Era meio complicado, uma vez que ela também estava começando a trabalhar a questão de atuação para conseguir finalmente uma vaga em algum grupo, até ser mandada para o programa. Sentia-se um tanto prejudicada, uma vez que sua habilidade era rap e a música era basicamente vocal... Justíssimo! Enfim, com o comando do líder, eles começaram a treinar com a coreografia.

A primeira nota da música tocou, enquanto eles organizaram-se em um círculo grande, de mãos dadas. Então, com uma onda curta, o grupo se aproximou, fechando o círculo e em seguida virou-se de costas para o centro. Dando as mãos novamente e se impulsionando para frente, cada um em uma direção diferente.

Chanmi e Zac cruzaram-se num semi-círculo e trocaram de lado, formando duas filas paralelas. Quando as duas filhas se juntaram, Chanmi com as mãos nas costas ficou em evidência olhando para o espelho. A fila deslocou-se e a tapou, repetindo o processo com todos os outros membros.

A garota encaminhou-se para trás, ficando escondida por Sangwoo. Um passo para a frente, com a mão esquerda com um sinal de pare, e a volta para trás, com uma nova onda. Esticou a perna do mesmo lado, fazendo um giro com a perna direita esticada, muito parecida com a pose de balé. Flexionou o braço, girando e pondo o peito para a frente, novamente imitando uma onda.

As mãos cruzadas estava frente ao corpo para baixo e logo subiam, pousando sobre o coração em um segundo movimento para os lados. A cabeça girou também para os lados enquanto as mãos subiam e tornavam a se abaixar, estando uma sobre a outra. Esticou a perna direita, girando as mãos entrelaçadas em frente ao corpo.

A garota sentia-se um peixe fora d’água, uma vez que não possuía os melhores movimentos e, aproveitando por estar atrás, corria os olhos para todos, de forma a gravar os movimentos deles.

Esticou os braços um de cada vez e os voltou para sobre o abdômen, enquanto a voz da Saerom ecoava pela sala. Foi para o lado, ficando atrás de Zac para essa parte da coreografia.  Parou, com a cabeça baixa e com as mãos sobre um ombro e a outra sobre sua cintura, até próximo do fim das linhas de Saerom.

Apoiando a mão direita no cotovelo esquerdo, socou o para baixo com esse braço e flexionou aquele para cima, repetindo o movimento na lateral contrária. Juntou as mãos e esticou os braços para baixo, frente à pélvis, flexionando os joelhos ao se abaixar um pouco. Estava entre Zac e Sangwoo para esse movimento.

Sua parte viria depois de Seungho, que começava a cantar.  Voltou os braços para trás, unidos, unindo também as pernas, esticando a destra e ficando atrás do vocalista principal, dando um meio círculo com o braço ainda para trás, nas pontas dos pés. Com leves movimentos dos pés, novamente juntaram-se, deixando Seung no centro, flexionando os joelhos. Uma nova fila foi formada e dessa vez ela era a última.

Saiu da formação pela lateral, para cantar sua linha. Agradecia por ela ser curta, uma vez que a menina não se agradava muito da voz para cantar. Caminhou para a frente, recitando seus versos.

maldo andwae urin bandeusi mannal geoya


Por fim, foi para o lado e voltou a caminhar na direção contrária, até ficar atrás de Zac novamente. O braço esquerdo flexionado, fez uma volta frente ao seu rosto, com o corpo num semi-círculo para o mesmo lado. Girou, deixando a perna direita como apoio e a outra flexionada.  “Quebrou” para baixo, apontando para frente com um jogar dos cabelos.

Voltou, com a mão esquerda sobre o mesmo lado do peito. Juntou as mãos, com a cabeça baixa. Alongou os braços para os lados, socando o ar novamente com o braço esquerdo com a perna do mesmo lado para cima, e inverteu o movimento subindo-o e deixando o braço direito flexionado com a mão na frente do rosto. Inverteu-o novamente, para o lado contrário com o braço esquerdo sobre a cabeça.

Simulou uma corrida, mantendo-se, porém, na mesma posição enquanto Seungho cantava novamente o refrão. Pulou para a frente, juntou os braços no corpo e pulo para cima, perto da parte em que cantava com Zac.

geochin sesang sogeseo


Os braços abriam-se e fechavam-se simulando um relógio até se unir novamente frente ao corpo, paralelos um ao outro. Esticou-os para cima, no espaço da música que seria apenas dança.

Nessa parte, apenas o círculo e o chute com o corpo inclinado para trás ela conseguiu realizar perfeitamente. “Anotação mental: melhorar isso, Jesus.” Abaixou, esticando os braços ao formar um ângulo de 90° para cima e para o lado, ao fim do instrumental. Zac cantaria, eu e por fim Sangwoo-oppa-sunbaenim.

Levantou-se e caminhou em fila para o lado. Com Seungho na frente, Zac e Sangwoo atrás e Saerom na mesma direção que ela. As duas seguiram direções contrárias com os braços estendidos, como se mostrassem algo. Abaixou novamente, ouvindo Zac. Levantou-se entoando sua parte, encenando com o braço e logo voltou encolhendo a perna e a esticando, ficando de costas para trás, enquanto Sang cantava.

johahandan maldo ajik motago isseo


Após o término do ensaio, Sangwoo-oppa-sunbaenim perguntou sobre planos B. - Bem, um pouco antes de vir, comecei o treinamento para variedades e recebi elogios por isso, bem como pelo carisma que eles dizem que eu tenho. - Deu de ombros, sem realmente dizer de forma arrogante. Passou os dedos pela franja, rearrumando-a para eliminar um pouco do suor após a dança.



avatar
Trainee
Idade :
19

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Grupo 3 _ Rough

Mensagem por Baek Sae Rom em Sex 8 Set 2017 - 20:05




just a shot in the dark


Depois de tantos anos como trainee, Saerom esperava que fosse debutar de forma rápida, mas cada sua esperança se acabava mais. Sua única esperança agora era o reality, o que não era um processo que esperava passar. Embora quisesse dizer que estava feliz em estar no rank A, o que isso a ajudaria? No fim, debutar não era apenas sobre talento, nunca foi, e sabendo disso teria que esforçar mais para se destacar, já que diferente de outros, nunca pôde contar com a sorte.

Ser escolhida como centro do grupo lhe dava certa vantagem, mas ainda não era suficiente. Sangwoo já era conhecido previamente, então receberia atenção mesmo que fizesse uma performance mediana. Além disso, Chanmi era cativante, Zac o típico visual que apareceria em vários posts de meninas adolescentes com os hormônios a flor da pele, e Seungho um vocal talentoso. Sim, era estúpido pensar em competir com seus colegas de equipe, mas ela não que eles fossem mal, só queria ir melhor em comparação.

O início parecia um tipo de ritual, todos de mãos dadas, se aproximam com a face na direção do centro do círculo, e depois de um giro se distanciam agora com o corpo voltado para fora do círculo. Saerom passa da esquerda para a direita com um giro, a leveza de seus movimentos a faziam parecer uma bela bailarina.  

A música inteira envolvia formações e movimentos difíceis, o que a preocupava em questão aos outros. A formação continuava com um se movendo para dentro e saindo, assim cada vez uma pessoa ganhava destaque. Os movimentos inicias eram focados na leveza da movimentação das mãos e havia um giro também, como boa dançarina, Saerom executava sem dificuldade, movendo seus dedos com uma destreza invejável, e fazendo linhas bonitas com seu corpo.  

gakkawo jiryeogo hamyeon halsurok  
meoreojyeo ganeun uri durui maeumcheoreom  



Já era sua parte, então se distanciou do grupo. Entendia o olhar do mais velho, como uma centro deveria captar a atenção da audiência, então passou a mão sobre seu próprio colo, depois a levando para cima fazendo movimentos suaves com seus dedos, sua expressão acompanhando sua mão também trazia um tom dramático e emocional, mas sem exagerar. Trouxe novamente sua mão para baixo sutilmente, e enquanto isso sua voz soava doce e afinada, o seu tom juvenil cabia perfeitamente na música. Tentava buscar sentimentos nos filmes que havia assistido, já que tendo sua juventude gasta em uma empresa, não teve tempo de se apaixonar e viver o tipo de coisa que a música relata.  

Seus pés se moviam, agora com movimentos pequenos que apenas iam de um lado a outro. Mais um giro, dessa vez com suas mãos abertas, lembrava um pouco uma águia. Ia da direita para a esquerda agora, seus movimentos eram delicados, de alguma forma conseguia se expressar mais com sua dança do que com o canto. Fez uma sequência onde primeiro levava as mãos um pouco a frente da boca, depois deixava os braços entreabertos, levava a mão direita ao peito e por fim, com as duas mãos na altura do peito, sobrepunha uma a outra com agilidade. No início, foi uma sequência que demorou para pegar, mas logo seu corpo a fazia com naturalidade. Deram as mãos e soltaram rapidamente antes do refrão.  

Já no refrão, a voz bonita de Sungho preenchia o ambiente. Saerom levou a mão direita a boca, depois a tirando e fazendo um sinal que se assemelhava a um "não". Logo, apontou para frente e levou sua mão ao peito direito, movendo também seus pés que nesse momento não eram o foco da coreografia. Levou os braços para trás fazendo um pequeno balançar enquanto se movia sorrateiramente a direita da sala.  

siganeul dallyeoseo eoreuni doel suman issdamyeon



Fez mais dois movimentos com os braços antes da parte das pernas, que era uma parte da coreografia onde se assemelhava levemente a uma corrida, enquanto logicamente permanecia no mesmo lugar. Sua expressão era como a breve melancolia de perder um primeiro amor. Seus olhos, a parte mais expressiva de seu rosto, demonstravam isso bem. Sua voz era a perfeita mistura de ternura, com uma dose exata de melancolia por esse momento da letra falar de algo que teria acontecido se tivesse revelado seus sentimentos.  

soneul jabajulge



Nessa parte seu foco não seria tanto a coreografia, e sim o tom mais agudo que deveria alcançar. Conseguiu executar a nota, embora ainda acreditasse que precisava de mais treinos para chegar em seu potencial.  

Mais uma vez girou, agora com seus braços estendidos que depois iam para cima se sobrepondo. Por fim, fazia um movimento que parecia um chute, mas assim como o resto da coreografia, era leve e ela seguia isso facilmente. Depois se sentou no chão e voltou a se levantar na hora exata.

Os movimentos voltavam a envolver braços, e Saerom os executava sentindo apenas um pouco de cansaço lhe atingir. Felizmente já estava chegando ao término do treino, então logo poderia descansar.

eonjenganeun modahan mareul jeonhal geoya

Nessa parte tinha mais liberdade e novamente se distanciava do grupo. Fez um movimento chegando a parte mais à frente da sala enquanto seu punho direito, sobreposto ao seu peito, começava a se fechar, como se a situação apertasse seu coração. A voz da garota saía novamente de forma doce, e ao mesmo tempo alta o necessário para preencher o ambiente. Terminando o treino não podia nem mesmo comemorar, sabia que quando chegasse no dormitório revisaria tudo de novo.

valeu @ carol!



I'm a little unsteady

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Grupo 3 _ Rough

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum