elsewhere.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

elsewhere.

Mensagem por Christopher Woon em Ter 25 Abr 2017 - 19:15



Christopher Woon
23, rapper
• Ignorante, mas um ignorante amigo;

Christopher veio para Seoul sabido que seu irmão de 14 anos e separado dos pais quando bebê, estava residindo e decidido a conhecê-lo, teve a ideia de convencê-lo a ir embora com o maior para Londres. Embora isso soe estranho, ao trabalhar como técnico em informática e manutenção de computador acabou se apaixonando pelo mundo underground e isso o fez permanecer mais tempo. Está em processo de debut e constantemente/futuramente sofre/sofrerá reviravoltas na família. Será pai, mas não faz a mínima ideia e ainda por cima levará grandes abalos emocionais.

OBS: Embora pareça ser distante e até mesmo "devorador" Christopher ama de forma compulsiva com quem fica. Koo Chan Sik ao seu caso de brigas e voltas, tem sido uma das únicas pessoas - de todas as suas passagens da vida - que tenha feito valido a pena todos seus sinceros pedidos de desculpas.


Samuel Nam
18, rapper
• Dance, dance e dance;

Samuel desde pequeno gostava de deter contato com a música. Seja pelo jazz por influência da mãe ou pela música clássica através do pai, ele sempre estabeleceu uma boa locação dentre a mistura de culturas. Suas dificuldade dobraram quando chegou em Seoul, e lidou com o impacto da sociedade tão brutalmente a frente de seu rosto. Além disso, estuda na metrópole a anos somente sendo em 2017, oficializando-se como um trainee contratado pela CB. Como artista, ele espera ser reconhecido como um cantor de R&B e Rap e como pessoa, Samuel ainda está se descobrindo. Após um tempo ruim onde o pai encontra-se hospitalizado, ele tem mantido força maior no talento para que prove de uma vez por todas, ser uma legítima estrela.


NIELS SEONG
32, apresentador & roteirista
• Um que tentou se matar, mas até para isso as coisas deram errado;

Da pasta fui um ontem e sou outro hoje, Niels nasceu na Alemanha, porém se mudou assim que completou dezenove anos para Seoul buscando uma vida melhor. A mãe morreu no seu parto considerado de grande risco e o pai acabou sofrendo de infarto duas noites antes do filho ter decidido que irá estudar. Passou uma adolescência difícil sendo culpado pela morte da mãe e com o pai alcoólatra, teve riscos de ter sido violentado e também preso dentro de casa. A justificativa é o pânico paterno em perder o único filho fruto de seu único amor fazendo com que entendamos explicitamente que além de viver sempre em casa, Niels também não frequentou nenhum ensino primário sabendo tudo que sabe ( como ler e escrever ) com o próprio pai, ex-professor coreano que se mudou para o outro país para conhecer a namorada e ex-esposa. Hoje em dia Niels é bem sucedido profissionalmente, porém na vida pessoal vive diversas incógnitas.

OBS : O que falar dele? Ele é um dos meus personagens prediletos de interpretar por conta da história e da solução que deteve em como seguir a vida. Não guarda nenhum tipo de mágoa pelo pai, mas sim o contrário sente muita gratidão, pois apesar dessa energia ruim e paterna, ele desenvolveu um senso crítico/humano muito bom de se conviver. Amo personagens mais velhos depois de muitas tentativas e com ele deu certo sendo a alma artística que sempre sonhei em conhecer e receber influência em off. q

OBS PLOT: A arte é imprevisível ao alcance que atingimos. Como alguém como ele um dia iria conseguir falar que ama alguém? E ainda por cima, parecendo um adolescente? Da forma mais doida e controversa como a sua própria história, não somente vai amar como também ganhar um alto teor de proteção a um rapaz que conheceu numa noite fria em  Gangnam. Ele preferirá a partir daí, escrever algo que foi aposentado há muitos ano depois de mais uma fatalidade que arronda o seu passado e assim deixado quando conheceu a TV. V vlw por resgatar o meu otp. q


Caleb Jiang
26, Manager
• fui de todos os lugares, menos da china;

caleb é naturalizado como chinês, porém ao longo da sua infância morou em ny, paris e agora permanece em seoul com o trabalho de cuidar das meninas mais famosas do mundo. foi pai aos dezoito coisa que até então teve transformado a sua vida em um completo terror. casou-se obrigado tendo de pagar por uma noite em que na qual ficará bêbado e também tendo de se formar em uma faculdade que jamais quis fazer. sofre de insônia e com isso o seu amor a leitura e escrita veio crescendo logicamente durante o dia ignorando empecilhos como as constantes ligações da ex-esposa e os pequenos problemas que as vezes vive com as pequenas crianças. (dawn e demais filhos-manageados)

obs : caleb querendo ou não sempre estará numa linha do educado ao paciente e do paciente para o irritado. existem coisas que ele esconde de todo mundo e isso o faz ser alguém que precisa ser analisado com muito cuidado. embora pareça ama todas as dawns sim caceta e sabe perfeitamente que cada características das meninas, são necessárias para melhorar o seu dia. uma pessoa que o faz descer desse patamar é michelangelo bae, pois encontrou alguém tão dedicado quanto si mesmo e isso automaticamente o fez querer ter ideias de uma vida dupla boa e distante - até porque, se alguém que deseja um dia conseguir fazer uma escolha certa na vida, essa é caleb jiang.
avatar
Christopher WoonIndependentes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: elsewhere.

Mensagem por Christopher Woon em Ter 25 Abr 2017 - 19:16



La Kan Seul
48, CEO
• depois da tempestade vem sempre a bonança;

na juventude amou muito uma pessoa e com ela se é casado até os tempos atuais. montou uma família que fosse o garantir sempre felicidade e também muitos motivos de possíveis descontroles. embora viaje muito e também passe grande tempo gerenciando e empresa que na entrada do século começou a ganhar prestígio com os novos artistas, la kan seul tem tentando seguir o padrão de um pai autêntico ao novos treinandos esperando que os pais de muitos jovens confiem-o como um entregador de sonhos.

obs sobre a família la : "essa família é muito unida e também muito ouriçada" q


Park 
Shun Hee
25, CNM
• flopo sim e flopo sorrindo;

shunhee é filho de dois agricultores e possui duas irmãs mais novas das quais conversa sempre durante a noite trancado no quarto. é o mais velho do cinnamon no entanto, o dever de liderar ficou incumbido de seu melhor amigo coisa que se felicita e muitas vezes agradece ao ver situações nas quais os rapazes passam. tem fortes interesses com a arte a história sempre dizendo que se não fosse cantor, com certeza arriscaria a vida sendo um professor. desenvolve um sentimento confuso contra um dos apresentadores contratados pela mnet sendo até então, um tipo de relacionamento que vive se perguntando em como será futuramente. facilmente podem pegá-lo tentando ensinar algo para alguém e também questionando sempre sobre muitas coisas. é alguém que ensina, mas gosta mais é de aprender. 

obs : dentro do grupo como o mais velho é aquele encarregado de dar conselhos e muitas vezes escutar o que os outros membros mais desejam. não escapando de um jeito rígido, ele também briga embora sempre tente permanecer neutro grande parte do tempo, existirão grandes riscos para quando finalmente resolva "explodir". sangdo , homão da porra. hayae bebê do pai. yoogeun melhor líder, af. goyoung, oi.


Shôgo
Yohji
27, professor
• foi embora do japão, mas o japão nunca foi embora dele;

após uma infância regada de cuidados excessivos a sua saúde e também de uma conturbada separação dos pais e um relacionamento árduo com o padastro, yohji fora para seoul trazendo o irmão materno consigo para educar e também como desejado pelo menos, buscar uma vida melhor. é um homem embora aplicado e de trabalho fixo, tristonho e que possui mementos de reclusão e auto-exclusão social graças a uma deficiência auditiva que também acabou por atrapalhar sua fala e também parte de seu raciocínio, tem medo que futuramente possa se tornar um estorvo ao irmão mais novo consequentemente fazendo com que deixe-o sozinho. 

obs : kisu algum dia vai sim acabar indo embora, pois é. yohji é apaixonado por um ex-aluno e que hoje trabalha na diretoria de uma das emissora coreanas que inclusive, está sendo o pivô fazendo-o ganhar afeições a programas de variedade e aprender sobre o ramo do drama/cinema. longe disso, o mais velho não perde por esperar vindo do antigo "sensei".


Park
Chung ho
22, Sonne
• ninguém me quis antes assim, agora não vão me querer deste jeito;
• trouxinha-apaixonado do grupo;

abandonado quando bebê num orfanato, park conviveu com diversos tipos de crianças e de uma forma muito curiosa era melhor amigo do mais frio dentre os demais. foi adotado pela família park aos treze anos tendo de ingressar no comércio do pai adotivo até descobrir que era um boneco de teste perfeito para os gêmeos que o casal iria ter. neste fato, chung notou que aos poucos o tratamento contra si tem sido ainda mais distante assim decidindo que seria um rapaz saideiro. vemos que ele vira a pessoa mal vista que é e assim que nota que a mãe adotiva e adoece, decide voltar para casa e ajudar o pai a cuidar dos dois irmãos. a mulher morre justo no dia em que recebe um convite para ingressar na dd sendo descoberto graças a um canal amador que sustentava no you tube sobre suas diversões noturnas nos mais variados karaokês. contrário de niels seong, chung guarda raiva pelos pais verdadeiros e os adotivos e sonha que um dia possa ser pai construindo a família perfeita que sonhava quando menor. 

obs : o jeito infantil de chung deve-se a essa morte prematura da sua infância e ele realmente possui um temperamento fácil de se ferir. ama os integrantes do grupo que faz parte hoje como a família que sempre quis muito provavelmente esquematizando uma escala as vezes não acreditada pelos demais. para ele, woona é a pessoa que precisará para o futuro, pois sabe que é uma das poucas pessoas que realmente se importaram com ele. china é o responsável pelo ciúmes bobo que o maior sente e também alvo da superproteção que desenvolve com mais força ao decorrer dos anos. daejoon é o único do grupo todo que chungho aparentemente trata com mais rusticidade. é o rapaz que o acompanha em noites e jogos e que por outro lado, divide uma das piores brigas, park felizmente não se sente ferido e mesmo magoado jamais deixaria o menor passar por maus momentos.
avatar
Christopher WoonIndependentes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: elsewhere.

Mensagem por Christopher Woon em Ter 25 Abr 2017 - 19:25



Kim
Ahn Jong
27, produtor
• safe and sound;

ao embargo de ser criado por uma mãe solteira e rígida, ahnjong sempre fora bom aluno, ótimo palestrante, perfeito como instrutor e um amplo analista no entanto, péssimo em condições que exijam exibir a sua felicidade. ao longo do crescimento, uma adolescência vindoura de novos frutos a serem colhidos o fizeram se tornar um adulto ágil e após o segundo casamento de sua mãe, a ir embora e morar sozinho com apenas dezenove anos. ingressou seguintemente na universidade criando a dualidade de dois rostos da vida, como um produtor musical que possui admiração a música clássica e ao INDIE e um estudante - por incrível que pareça - ganancioso.



Ryu
Joong wan
22, K.O
• quem se amarra numa cultura estrangeira;

filho mais velho de um casal que decidira ter o primeiro filho em plenos trinta e cinco anos, joongwan exerce uma dualidade que poucos entendem, mas que acabam tendo de conviver quando conhecem e gostam do cantor. adentrou no mundo da música através de um festival interiorano e numa conversa com um dos integrantes de uma banda indie feminina, criou interesse pelo baixo e a guitarra. anos depois e já crescido, quando se mudou para seoul e começou a vida universitária, conheceu demais outros rapazes e juntos engajaram no projeto de montar uma banda. dois coreanos e dois japoneses um que no qual mantém um relacionamento conturbado, compõe o quinteto k.o.


obs : joongwan jura ser algo que não é. ama e sente fortes atrações físicas ao ren que aliás é a sua melhor surpresa noturna.


Pyo 
Hee-Joon
20, Cantor Indie
• Quando vejo a lua, olho para você;

heejoon é um rebento de família rica, porém logo após a saída da irmã mais velha, acabou também abandonando a casa e os pais afim de seguir o sonho de ser um cantor de rua. compõe as próprias letras e tenta com muito esforço fazer os melhores arranjos sendo calmos e bastantes alternados ao longo de sua evolução como cantor. mora sozinho em um apartamento de apenas dois cômodos e estuda na universidade no período noturno. cursa música e embora aparente se vestir bastante simples e dentro da moda cotiana coreana, esconde diversos segredos a sua informação monetária. nas tardes repousa contra o banco de praças floridas com o violão abaixo do braço, sempre sorridente e convidativo para conversar. em bares, geralmente faz feições de seriedade e de um rapaz muitíssimo severo. 

obs: ele conhece em uma das tardes, um universitário e desde aí, jamais falta no comparecimento da praça principal, pois sabe que cedo ou tarde aquele mesmo amor passageiro passará por ele e com certeza o deixará em uma situação crítica com os próprios sentimentos.
avatar
Christopher WoonIndependentes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: elsewhere.

Mensagem por Christopher Woon em Ter 25 Abr 2017 - 19:33



Mangjeol 
Shin
23, modelo
• não sei como farei isso, mas sei que vou conseguir;

interiorano, o jovem caipira irmão de dois militares e que abandonou a casa com a promessa de dois amigos de fazerem sucesso em seoul, acabou se mudando largando a família e no pouco tempo que chegou na metrópole coreana tentou um teste para rapper na cherry blossom no entanto, foi reprovado. nesse enlace acabou desenvolvendo a depressão profunda e sem o contato da família passou a ficar restringido a apenas limpar o pequeno apartamento e auxiliar os demais amigos aprovados nos trabalhos e treinos solicitados pela empresa e após dois anos farto pelo não, tenta novamente propondo ser um compositor. nessa deixa, acabou se tornando também um modelo contratado usando o rosto e o carisma como meio divisíveis de seu ofício.

obs : shin é um dos poucos personagens com uma índole totalmente boa que gosto de ser. ele flerta com aquela probabilidade muito baixa de conseguir e baawn, é surpreendido além do mais, é um dos meus rapazes que possuem uma história com maior probabilidade de ser bem contada e ser usada como lógica para algum evento futuro. ama minhyun como aquele amigo que vê a amiga entre os outros, porém diz nada sabe por quê? mais tarde ele sempre estará do lado dela para ir embora afinal, é por meio desse artifício que faz com que seu amor que antes imaginava ser platônico, ser alimentado de forma saudável.


Jung
Se In
20, cantor
• me note hoje, pelo amor de deus;

sein perdeu os pais ainda muito pequeno em um acidente de carro e desde então foi criado pela tia materna - e que era o destino no dia do acidente - ajudando-a a manter o restaurante especializado em massas aberto. no meio tempo quando fora atender um dos clientes da loja, escutou um grupo de adolescentes comentarem sobre programas voltados ao entretenimento englobando artistas de diversos calibres. sabido que o irmão gêmeo tiravera interesse, compactuaram em um plano para se mudar a capital e adentrarem como uma dupla que nas suas expectativas tem formado mais planos que poderão cumprir. 

obs ; tímido, sein possui fortes sentimentos de ciúmes, amor e atração pelo irmão sendo consequentemente protetor demais e também muito grudento. além disso, possui certas manias para se manter próximo do irmão gêmeo que podem ser considerados atos de ignorância. é um rapaz apesar destes detalhes, ingênuo e demora muito tempo para interpretar outra pessoa.


IL
KWANGWOON
23, Modelo
• vamos acordar, quero fotografar o seu sorriso hoje;

kwangwoon largou o estágio que tinha nos eua em artes plásticas, pelo irmão mais velho, esse que pretendia se mudar da cidade natal de ganghwa‎ em incheon para nowon-gu em seul e morar sozinho graças a bolsa universitária que conseguira, morou poucos meses até então usando hongdae como principal destino frequentando desde os tempos livres nos finais de semana como uma fonte de renda sendo fotógrafo de modelos independentes que quase sempre aceitavam uma parceria. essa função toda entre enaltecer a imagens de amigos e conhecidos também o despertou interesse e quando ocorreu a vigésima inscrição para os desfiles indie, entrou como calouro. não permaneceu muito tempo na companhia da moda underground conhecendo o atual namorado que era agenciado assim decidindo de forma conclusiva que ingressaria na day dream pelo companheiro. 

obs: nem por este feito, woon largou o amor a fotografia criando um gosto a se manter por dentro de seu relacionamento de fotografar o companheiro. embora prefira por sua opinião própria não deixar expansivo para os outros ( incluindo amigos do casal e familiares ), também propõe diversos planos que tanto integrem eles como uma dupla como futuros bons profissionais. uma curiosidade que não imaginou também fora que na escolha dos dormitórios, acabasse tendo a opção feita pelo manager de inclui-lo no mesmo quarto que o outro modelo.


Henry Chang
18, youtuber
• sim, vamos falar sobre o dawn de novo hoje;

henry ainda estuda e pretende se formar em publicidade e apenas abriu um canal no youtube porque desejava fazer vídeos de reactions. como qualquer pessoa inclusa na sociedade coreana e com fácil acesso a essa superpotência musical, acabou ganhando total fascínio entre os grupos sendo o seu mais amado e no qual é mais fã, o dawn. espera-se que seja normal ganhar atração a um dos integrantes por funcionalidade do modo em que segue carreira e também como se mostra perante ao público, mas para o jovem foi apenas o inicio para uma paixão platônica. o canal parecia crescer e com isso querendo ampliar seus horizontes, fez curso de inglês e acabou se responsabilizando por querer dar aulas online de coreanos para demais fãs da cultura pop coreana. hoje esses videos atingem uma marca de razoável em somente nos de inglês sendo repassados para outros legendados em; português, alemão, tailandês, russo e alemão.

obs; com muitas pessoas ele será educado e um exemplo perfeito de inclusão social no entanto defronte a sua amada e também ultimate, terá um comportamento totalmente diferente. timidez e nervosismo são principais sintomas para que detectem a doença "apaixonado" a qual é infermo desde o debut da cantora internacional.
avatar
Christopher WoonIndependentes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: elsewhere.

Mensagem por Christopher Woon em Ter 25 Abr 2017 - 19:42



WOO
SEONHAE
20, universitário
• Ele sabe no que estou pensando;

Seonhae antigamente possuía um irmão gêmeo, este que foi embora com o tio materno ainda quando pequeno. Jamais soube quem foi sua mãe e mesmo que perguntasse sempre ao pai marceneiro, jamais recebeu resposta. O seu crescimento não foi importante segundo ele, poderia admitir. Ainda quando criança ajudava o pai na cobrança de canais por assinatura e pouco tempo depois, percebeu que isso seria um fardo se negando a desde então, a trabalhar para ser abaixo de outras pessoas. Um pouco ambicioso, atualmente mora em uma área periférica de Seoul e não tem uma das melhores condições de vida. Esconde de segundos e terceiros, que faz entregas junto com o pai de móveis e outros utensílios para casas além de arrumar carros para pagar a faculdade. Embora pareça ter um cotidiano agitado, Seon acabou desfrutando de um prazer distante na adolescência acabando por se divertir com coisas do mundo adulto. Como hoje está empenhado em crescer pro futuro, ele passa parte do tempo pensando nos estudos. Ou pensaria, se não houvesse conhecido um garoto na escola próxima de sua Universidade.


Chae In Wook
22, ator
• só no trenzinho do amor;


fruto de um casamento que durara apenas um ano, inwook não possuiu uma infância conturbada apenas sendo marcada pelas mudanças de residência e por brigas constantes vindas dos progenitores. o pai era o ex-produtor da cherry blossom e advindos as falas dos interesses no trabalho, ganhou curiosidade e com essa carta pivô ingressou na empresa logo mais tarde ganhou admiração a ramificação das letras musicais por fim também na atuação. foi embora ainda com quinze anos para a volta do convívio da mãe, mas que hoje se vê novamente com a figura paterna sendo um dos familiares que mais o ajuda com o glaucoma há dois anos descoberto. 

obs; como se não bastasse ser alguém com uma vida muito corrida, alimentar um tipo de amor que ate então imaginava ser platônico, torna-se algo bom para um filme de comédia, mas não para chae in wook que embora tenha uma percepção invasiva não irá deixar com que esse leve interesse amoroso passa despercebido.


Viktor Ahn
29, Repórter
• flop, flop, flop;

viktor nasceu no leste da rússia, porém se mudou ainda pequeno para a coreia, era filho de um casal de médicos que de uma forma ainda muito distante, o dava suportes para tudo que quisesse. fora mimado e pouco replicado, assim quando cresce sofre nas instituições de ensino que estudo após ser considerado um aluno turista ( de fato, ele frequentava pouquíssimas aulas ), mas que logo mais quando chegara na fase universitária, encontrara o seu mundo no ramo da comunicação. formou-se em jornalismo hoje dedicando-se a letras, viktor é aquele rapaz que aparecesse nas reportagens noturna e que raras vezes, faz papel de correspondente internacional. 

obs : já parecia ser quase perfeito a situação que viveria adiante; gostar de outra pessoa que trabalhava no mesmo eixo comunicativo apenas o garantiu mais admirações e um início bastante propício  de um namoro. cuidadoso, dificilmente permitiria que o outro se distancia-se dele assim maquinando futuramente, perguntá-lo se não quisesse dividir a mesma vida rotineira com ele.


Makimura
Aono
26, ator indie
• um dia deus teve dó de mim;

aono foi mais uma surpresa do que um planejamento; os pais tiveram o primeiro filho aos dezoito e sempre tivera que dividir a dualidade a mentalidade infantil a pré vida adulta até quando após a morte do avô paterno ter descoberto que necessitaria se mudar de kyoto afim de junto com os pais tocar a empresa da família miyamoto que eram tocados em seul. logo na chegada não se viu dado a regionalização das pessoas sendo um trabalho complicado entre estudar nos tempos noturnos o coreano e durante as manhãs e tardes, dedicar-se a demais matérias. frequentou clubes que reuniam diversos estrangeiros assim o estabelecendo mais amigos e turistas do que dos próprios nativos. 

obs; após um tempo conhece um chinês e logo adiante se declara ainda encabulado da descoberta de sua atração afetiva e sexual. desencadeiam então um relacionamento amigável e também amoroso, porém sempre esconde o forte ciúmes excessivo que sente sobre o menor.
avatar
Christopher WoonIndependentes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: elsewhere.

Mensagem por Christopher Woon em Ter 25 Abr 2017 - 20:02



Kang
Ah-Seul
20, 5AM
• provavelmente sou o who do currículo;

ahseul cresceu dentro do orfanato localizado no oeste da coreia e foi adotado ainda quando um bebê por um casal lésbico. uma das mães partira quando ainda tinha dez anos incumbindo a outra tratá-lo e educá-lo, formando uma pessoa tranquila e tipicamente caseira. o que muitos não imaginam eram que após a adolescência, ahseul trancaria os planos de ser médico e ingressaria na carreira musical querendo a qualquer custo, sucesso e lógico, reconhecimento. se mudou para seoul assim que fora aprovado em uma seleção feita em seu distrito e atualmente está engajado em um projeto. 

Apesar disso ser uma grande janela para ampliar seus horizontes, ahseul vem recebendo mensagens pelo celular apresentando duas pessoas que anonimamente se reconhecem ser seus verdadeiros pais. Desconfiado, ele não dá o braço a torcer em acreditar isso até o momento em que recebe uma foto sua, reconhecendo o período de recém-nascido. Sua mãe adotiva que tenta a todo custo morar num hotel situado em Seoul, desenvolve um quadro inicial de depressão e tenta suicidar-se assim que percebe seus momentos de solidão. O jovem atualmente precisa descobrir a história do passado, desenvolver seu futuro e claro, salvar quem ama. Fora isso dentro de seu trabalho, ele encontra-se curioso; Isso porque existe uma pessoa da mesma classe empresarial que vem despertando-o interesses antes desconhecidos.


Oliver Hwang
24, Cantor INDIE
• Do terço para o microfone;

Estudou desde os treze anos em um colégio interno sendo planejado pelos pais em se tornar um padre. No entanto, não lhe era de seu desejo e assim que completara vinte e quatro prestes a fazer os votos, confessou aos pais o desinteresse e acabou sendo deserdado. Foi deixado em hongdae e desde então precisa lidar com a vivência solitária mesmo que vá encontrar a música como apoio, enfrentará inúmeras barreiras para encontrar a felicidade.  

obs; Pela primeira vez sentirá atração e esta será por uma menina que vive mais transtornos do que ele pensava. A trama amorosa se desenrola no rapaz auxiliando a jovem moça e neste nó todo prestes a desatar, em sua declaração para a admirável e nobre arte da confusão. 


Anastasiya 
Jung
20, Garçonete
• info

avatar
Christopher WoonIndependentes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: elsewhere.

Mensagem por Christopher Woon em Ter 25 Abr 2017 - 21:17



Hideyori
Akihiro
30, ??
• Eu fui o culpado desse amor, se acabar *chorando*

Akihiro era casado e vivia um vida normal de recém-casado quando uma noite resolveu sair. Ele jura de pés juntos que se pudesse haver replays, faria dezenas de vezes de quando chegou na ponte olhando o reflexo tremeluzir contra a água e enxergar uma menina ainda muito nova parar a poucos metros de distância. Puxou conversa e depois de outros encontros dos quais fizeram, já se via traindo a esposa e ainda pior, horrivelmente tentado a se separar para ficar com a jovem moça. Nesse destino a tal descobre o outro relacionamento e desaparece. Neste meio tempo de fraqueza o homem se envolve com bebidas e torna-se alguém totalmente infeliz até que decide largar tudo e jogar as mãos para o alto a fim de recuperar aquilo que lhe era mais importante.

obs; É praticamente isso. Uma lição de "corra atrás daquilo que te faz bem" o que o japonês não acredita no entanto, é que pela primeira vez vivenciará necessidades jamais antes pensadas. Acompanhara a moça e fará de tudo para que ela o escute e quem sabe, dê a segunda chance.


Yoo
Seung Eun
30, Trainee
• O velho experiente, sim;

Muitos rappers undergrounds ganhariam raiva a Yoo se o vissem na situação que está hoje. Não por uma mera lógica, mas ligamos esse fato em seu passado. Tivera exatos quinze anos de carreira como cantor e rapper até completar trinta anos e resolver adentrar em uma empresa querendo apenas fugir da crise financeira que adentrou e claro, usar toda a experiência como um ex-underground para crescer dentro da empresa. 

obs: Não é estranho redescobrir o caminho da sexualidade ao longo da vida, certo? Pois bem, na mesma empresa o mesmo acaba desenvolvendo interesses a um garoto entre vinte anos mais novo na qual pretende debutar em um grupo zero-line e claro como alguém perfeitamente maduro, rebusca a atenção do menino e outros detalhes que envolvam tanto a relação da dupla como outros detalhes que também revelarei em on. --segura essa pedro.


Chae
Sung Bin
29, produtor
• Meu Deus, aonde cliquei para comprar essa criança?

Não existe nada escandaloso a tratar-se do passado de Chae excedendo seus relacionamentos durante a juventude; A moça do qual namorou por pouquíssimo tempo, mas que no qual desencadeou mais lembranças do que a última de cinco anos. Após o término a mesma desapareceu e mesmo que tenha desenvolvido dúvidas no então na época universitário, não ligou depois de um tempo. O que não esperava era que em seus plenos quase trinta, tivesse e uma  filha e pior, que esta o procuraria um dia. 

obs: um personagem que está passando por uma linha de transição; descobriu há pouco tempo que é pai e logo no primeiro dia precisará conviver com a única filha. Ele está nervoso e com muito medo de dar prosseguimento a ideia afinal, ele também é viciado em trabalhar. O que não esperava era que futuramente iria se deparar com o antigo amor e assim exigir todos os pingos em seus determinados i's. 


Cha
Won Hyo
15, zero-liner
• Um flop mais novo;

Wonhyo está na CB por um golpe de sorte e por uma aposta para tirar os pais da miséria. É um menino que sofre de pequenos distúrbios e anteriormente foi muito criticado pelo seu corpo exageradamente magro. É alegre e dócil, porém complicado de se relacionar por estes pequenos empecilhos além do mais, sofreu de agressões físicas advindas do pai todavia isso não o impede e nem mesmo o faz ter algum comportamento estranho relacionado aos demais. Corre com o sonho de crescer dentro do atual grupo escalado e sente-se feliz por estar longe do contato familiar. 

obs; Outro ômega que tramará com o pedro sim. ficará balançado-curioso-apaixonado-tonto pelo rapper, sim. E seja o que deus quiser daí em diante. 
avatar
Christopher WoonIndependentes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: elsewhere.

Mensagem por Christopher Woon em Sex 28 Abr 2017 - 22:49



Ahn
Jeongwoon
26, coreógrafo
• Um flop mais velho;
• Tenho uma clara cina por "Woons";

Jeongwoon nasceu na última província coreana e é filho de dois atores. Ainda bebê se mudou para Seoul e aprofundou no mundo das artes sendo tão recompensado quanto os próprios pais. O irmão mais velho e principal influente, o fez ser associado ainda quando adolescente como dançarino disputando diversos torneios de variedade cultural. Está no último ano de sua formação em expressões artística e trabalha desde os vinte na CB. 

obs: mais um que trama com o pedro. O interesse romântico surgirá durante as aulas de dança onde o mais velho nesse clima todo entre ajudar e fazer do treinee um novo artista, desencadeará um relacionamento no entanto, o convite feito para que este abandone a empresa para trabalhar em outra área fará uma dualidade complicada e completamente louca para que batalhem juntos.


Il
Jangseul
23, blogueiro
• Em todos esses anos, nessa indústria vital, essa é a primeira vez que isso me acontece!

Jangseul é o que denominados como um processo em fase de andamento; Interiorano no jeito simples e quieto e no modo de pensar, mudou-se com o irmão mais novo para Seoul com o intuito de estudar e de cuidar da saúde do menor. O pequeno no momento está passando por uma atribulada bateria de exames dos quais Jang é responsável por guardar como também de medicá-lo. Nesse quesito e de não ser proveniente de uma família rica ou de vida pelo menos considerável como ganha, ele trabalha meio período num restaurante como garçom e divide o salário entre os cuidados do garoto no hospital como também entre a sua moradia e universidade que cursa. 

obs; Participa de/Auxilia um blog criado por Kim Tae Yoon, pessoa da qual criou mais afeições desde que chegou. Por ele, Jangseul seria capaz de coisas que sua consciência não concorda e até mesmo se surpreender com seus atos manifestos. Felizmente - ou não - é alguém que admira os ambientes silenciosos e por isso, pode tornar-se uma missão difícil de encontrá-lo. Além disso, Il possui as vistas fracas e sempre evita ambientes com luzes fortes e artificiais. Fã de livros de poesia e de contos, não fica complicado no entanto, de encontrar no meio de suas coisas alguma lista de desejos e muito menos um livro. 

É desajeitado com a coordenação motora ao seja, muito capaz de vê-lo quebrar alguma coisa do que saber jogar algum esporte ou até mesmo dançar. Quebra com muita facilidade a armação de seus óculos e não estranhem, poderão ver um remendo dele.


Ji
Sungyeol
34, restaurador 
• Poetise-se
Um fato que a vida não esconde é que ocorrem momentos bons e ruins independentes das estações, dos turnos e de qualquer outra coisa. Não é previsível. Como ele mesmo. A vida desde o nascimento não tem sido uma das melhores, aliás, o seu nascimento não foi uma coisa boa primariamente. Todos sabiam que ele não teria talentos para que o mundo notasse e engrandecesse e por isso meus caros, ele é um civil. 

Mas é claro, devemos observar a gama de habilidades que possui; Ele embora frequente muitos lugares e tenha amigos, não possui nenhum estímulos para ter amor a própria vida. Trabalha em casa e tem justamente o dever de auxiliar os outros a compreender seus problemas. Sem mais delongas, trabalha como um psicólogo. É amante de artes contemporâneas, por dança e num recital de balé onde chegara cedo demais que conhece a pessoa da qual lhe dera o último sopro quente de vida. Ele rodopiava e tinha pés ágeis, corpo magro e uma estatura mediana. Ele era um bailarino e o outro que mal chegara estava sentindo-se um completo idiota por admirar em meio a plateia vazia, aquele rosto, aquele corpo e aquela alma viva em cima do palco. 

Não tivera no entanto, coragem para que chegasse no rapaz com mais eficácia indo embora assim que o espetáculo terminasse. Nos outros dias ele continuou indo ganhando mais amor ao balé neoclássico por culpa daquele. Passaram-se dias até que se aproximasse e por mais que seu cérebro doente se esforçasse em se concentrar numa tarefa, não conseguia tirar a miragem dos movimentos de sua memória. Era algo lindo que ele esperasse conseguir e sua coleção caseira e misteriosa. 

 
avatar
Christopher WoonIndependentes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: elsewhere.

Mensagem por Christopher Woon em Qui 13 Jul 2017 - 19:58



NOH
HONGSEOK
32, policial
• da minha vida, cuido eu;
 
Hongseok nunca foi casado e começou a morar sozinho a partir dos dezenove anos se alistando para o exército por fim hoje sendo responsável em ser o vigilante noturno de Seul. É o tipo de homem que é bom se ter por perto em situações que exijam seriedade e quase sempre esta de cara amarrada. Apesar disso, é companheiro e tem uma amizade duradoura com Minyeo, um dos produtores da KS, do qual também pode ser o único depois dos familiares, a conhecê-lo verdadeiramente. Tem interesse em uma das colegas de trabalho e apesar de tentar ter uma postura fria, existem momentos que seu pico cai. Acredita-se que esse grave sintoma possa deixá-lo em uma saia justa, já que coincidentemente, ela também é distante.


Isaac
Woo
19, trainee
• Ai, eu tô fora

Issac nasceu em Nova Iorque, mas se mudou para Gangnam ainda quando tinha nove anos para o enterro do pai. O antigo piloto de fórmula 1 sofreu um acidente em Sydnei que consequentemente o levará ao trágico fim. A mãe se casou novamente e ele possui duas irmãs das quais possui um contato harmonioso. Embora a vida possa parecer tranquila, Isaac as vezes fica nervoso e tem sequelas quando o assunto é o próprio pai; Tudo julga-se que quando a corrida aconteceu, o garoto estava no box com os ajudantes do carro do pai e assistiu o acidente de perto pelo telão. Enquanto a equipe médica retirava o homem, o garoto driblou a turma e saiu correndo em meio a pista correndo risco de ser atropelado. Ao se aproximar da maca, escutou o enfermeiro dar os pêsames tudo pela batida ter sido muito bruta.  

Hoje em dia, sonha em ser dançarino e embora tenha chances de encarar a carreira pop, seu verdadeiro gosto musical é o rock.


Jo
Sewoong
26, cineasta
• Saiu errado? Faça tudo do zero outra vez

Sewoong é filho de outro cineasta este que tornou-se famoso na sua época por promover teatros comunitários e influenciar mangakás a estudarem traços e cinema, para que assim começasse com o projeto de animações independentes. Woong ainda era pequeno, mas assistiu tudo de perto criando profundo interesse e quando assim pode ter idade o suficiente, começou a empenhar-se nas estruturas dos cinemas e logicamente, tornou-se especialista em mecânica digital. Na Coreia, este tipo de arte ainda é rara no entanto, Sewoong tem sido um profissional engajado e em sua personalidade logicamente, esta marcada uma pessoa severa e que dificilmente sorri. É perfeccionista e embora sejam características ruins de se atribuírem, Sewoong está sempre disposto a ensinar alguém quando se é preciso. Quando faz amizades, é companheiro e logicamente é um bom cofre para segredos.


KANG
BYUNGHO
25, Diretor & Roteirista
• um centelho de sonhos;

Recentemente sofreu um choque na vida, ao sofrer um acidente que o deixou afastado de suas funções por um ano e meio. Após a conclusão do tratamento, percebeu que lembrava-se de poucas coisas voltadas ao seu ofício e sobre a família. É filho de dois repórteres e desde criança teve um contato muito profundo com os bastidores. No entanto, desde a notícia da separação dos pais e a guarda vencida pela mãe, acabou afastando-se da cidade grande retornando no período que foi universitário.  Hoje, não sabe do paradeiro de seu pai e a mãe encontrasse na velhice internada em uma casa de repouso com Alzheimer. Atualmente o drama do diretor se desenrola na procura da identidade paterna que desapareceu e da recuperação da sua memória infantil.
avatar
Christopher WoonIndependentes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: elsewhere.

Mensagem por Christopher Woon em Dom 8 Out 2017 - 17:23



Sung 
Chan Soo
17, estudante
• info;





HAN
JONGKOOK
meses, bebê
• a mente de uma criança pode ser muito mais complexa quanto imagina;

Filho de uma mulher que é presa ao céu, Jongkook namora a mãe da terra atento a observá-la no alto onde deve ficar. Vendo tudo que vinha sendo conquistado e seu conforto crescendo vindouramente ao longo desse início de infância o impusera certos sentimentos bastante difíceis de associar a uma criança da sua idade. Ao fato dos pais trabalharem a mãe por vezes vê-lo e brincar com ele, fez com que o menino desenvolvesse um quadro bastante amplo de carência. Dado ao convívio social bastante abrangente, o fez ser nariz empinado e de certo modo pouco dado a se embrenhar no meio conjunto com os demais. O seu vínculo afetivo é mais forte com a irmã gêmea e o melhor amigo, o qual tenta se desmembrar da realidade atual. Se instala facilmente em qualquer ambiente, Jongkook é a típica criança que no futuro, irá desenvolver laços aventureiros.





SUN
WOODAM
30, artista plástico
• Quando acordo eu tenho medo que alguém possa ter tomado meu lugar;

Tudo começa em 1945 com os bombardeamentos de Hiroshima e Nagasaki, sendo Hiroshima a cidade natal a qual seus avós e seus pais nasceram e viveram até o restante da vida. Quando os avós ainda eram jovens, a explosão fez com que se expandisse um alto teor de radiação pela terra culminando a cidade em dezenas de mortos e quase mais de uma centena de feridos. O processo e o tratamento dos efeitos da intoxicação passaram ainda em que teor mediano, para a mãe de Woodam que cresceu e se casou-se com um naturalizado de Tóquio. O casal viera a ter o primeiro filho e único na década de 1987. Quando o esposo soube da notícia que afligia o passado da mulher, se separou e a mesma viu-se obrigada a abandonar a criança em um orfanato da região. As crianças no entanto daquele lar, passavam por épocas de reformas sistemáticas tornando-se mais faceiro as adoções ilegais. Woodam acaba sendo adotado por uma família sul-coreana e criado até próximos de seus 17 anos quando decide começar a se prostituir. Hoje, largou a vida das ruas e divide um apartamento com a sua parceira romântica e ex-colega de trabalho, Kim hana. Além disso, trabalha como artista plástico, pintor e estilista.
 





KWON
Damryul
23, boxeador
• É duro pra você testemunhar isso, mas foi duro pra mim também;

Quando tinha cinco anos durante um assalto, Damryul perdeu o irmão mais velho e a irmã mais nova e passou a se culpar desde então sobre o ocorrido. Embora frequentasse psicólogos desde os sete, adentrado na psiquiatria aos oito e estado atualmente no nível da psicanálise, Damryul jamais absteve o pensamento de que foi ele que causou o alvoroço todo. Adentrou no mundo das artes marciais como uma maneira para se desvincular da memória obscura, futuramente assim se consagrando como um boxeador sul-coreano.

um dos primos que é seu interesse romântico tem sido o principal influenciador pela sua melhoria tentando esconder ainda da família, a sexualidade.
avatar
Christopher WoonIndependentes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: elsewhere.

Mensagem por Christopher Woon em Ter 19 Dez 2017 - 14:46



Iwan 
Ozawa
23, Fotógrafo
• você ainda não me conhece bebê;

Há cerca de dois anos e meio, Iwan perdeu um dos amigos num acidente de carro na excursão do último ano da faculdade. Depois desse evento todos os outros 5 - inicialmente um sexteto - se dispersaram perdendo contato. Numa noite deste ano, recebe uma ligação de um dos outros amigos sobreviventes que conta o interesse em visitar o corpo no cemitério naquele final de semana. Iwan de prontidão, compareceu no entanto, ao estar de fronte com o túmulo viu ninguém. Ele mesmo não recordava de quem pertencia aquela voz até ser contratado pelo Dispatch como fotógrafo informativo. 

Meses depois, chega outra pessoa na mesma empresa e este é a pessoa a qual reconhece ser a mesma no telefone. Embora tudo pareça estar resolvido, Ozawa descobre que se trata de um antigo relacionamento amoroso do amigo falecido entrando em um dilema complicado quando confessa que está começando a se afeiçoar por tal.

Além disso ele é ativista pelo direito dos animais. Com a outra pessoa - seu interesse romântico -, partilha algumas experiências com a outra pessoa e assim concluí poucas coisas que acrescem seus sentimentos. Possui uma casa e financia um canil, onde auxilia muitos cães de rua a encontrarem seus lares.
 
avatar
Christopher WoonIndependentes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: elsewhere.

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum